5 Passos Fáceis Para Fazer Uma Planilha de Orçamento Familiar

Planilha de orçamento familiar
A planilha de orçamento familiar te ajudará a organizar todas as suas contas permitindo que você possa realizar os seus objetivos e planos familiares.

Problemas financeiros? Veja como organizar sua vida, desfrute de uma planilha de orçamento familiar!

Você e a sua família desejam fazer aquela viagem dos sonhos, comprar a casa própria ou simplesmente conseguir poupar dinheiro, mas na prática não conseguem? Possivelmente isso está ocorrendo porque vocês não são organizados financeiramente. Porém, como tudo nesta vida é uma questão de condicionamento de prática e hábito, vocês podem perfeitamente aprender a ter mais responsabilidade ao lidar com as suas finanças.

O primeiro passo para aprender a controlar as receitas da sua família é adotar o uso da planilha de orçamento familiar, que é uma espécie de relatório em que todas as movimentações do seu dinheiro são registradas, bem como as contas a serem pagas e reservas de dinheiro. Ao aprender a usar esta ferramenta, com certeza a sua vida financeira irá mudar para melhor.

Fazer uma planilha orçamentária é complicado? Bom, é isso que muitas pessoas pensam. Na verdade, trata-se de uma tarefa um pouco trabalhosa, mas se todas as etapas forem seguidas corretamente, torna-se fácil e prática.

É possível comprar uma planilha de orçamento familiar prontinha, com todas as colunas, possíveis gastos e fórmulas de soma/subtração, entre outras. O valor dessas planilhas não costuma ser nada “absurdo”, já no primeiro mês de organização e economia já se “paga” o valor da planilha. Contudo, se você quiser fazer a sua própria planilha de orçamento familiar, vamos trazer algumas dicas que você não pode perder. Está pronto? Vamos lá!

O Que é a Planilha de Orçamento Familiar?

A planilha de orçamento familiar é um relatório em que são documentadas todas as atividades relacionadas ao dinheiro como, por exemplo, custos mensais, dívidas, investimentos, entre outras. Esta planilha tem como objetivo ajudar às famílias no controle das suas finanças, fazendo com que elas aprendam a se planejar e nunca mais passem por apuros financeiros.

Claro, não basta ter uma planilha de orçamento familiar para “bonito”, enquanto não se transcreve os dados. Além disso, a planilha não faz milagre, caso você gaste mais do que você ganha e contraia muitas dívidas, você continuará com elas, não sumirão em um passe de mágica! Mas com certeza, você descobrirá em que está gastando demais, no que pode economizar e formas de se organizar, dependerá exclusivamente de você.

Para ser funcional, a planilha de orçamento familiar tem que reunir todos os dados sobre o dinheiro que entra no seu lar e o que é feito com ele. A utilização deste relatório no seu dia a dia permite que você tenha mais consciência sobre os seus gastos.

Quais os Benefícios da Planilha de Orçamento Familiar?

Você quer realizar o sonho da sua família? Usando a planilha de orçamento familiar pode transformá-lo em realidade. A adoção deste tipo de relatório traz uma série de benefícios para o seu cotidiano, entre eles está a organização que te ajudará a ter mais responsabilidade para lidar com o seu dinheiro.

A partir da elaboração da planilha, é possível compreender melhor o seu orçamento, sabendo como montá-lo da maneira adequada para conseguir arcar com todos os custos mensais, mas sem deixar de atender as suas necessidades básicas. Enfim, as suas receitas passam a ser mais bem direcionadas.

5 Passos Para Fazer a Planilha de Orçamento Familiar

Muitas famílias que precisam acabam fugindo da planilha por não saberem como elaborá-la. Em primeiro lugar, é preciso colocar em mente que as vantagens que este relatório irá trazer para a sua vida, só isso, já irá fazer com que ela seja encarada com mais facilidade. Se este é o teu caso, acompanhe abaixo como montar a planilha de orçamento familiar:

1 – Faça um Levantamento de Todos os Gastos da Família

Levantamento dos dados da planilha de orçamento familiar
O primeiro passo é fazer o levantamento dos dados para planilha de orçamento familiar. Com os dados organizados ficará mais fácil inserí-los na planilha de orçamento.

Para aprender a controlar de maneira eficiente é preciso que você tome conhecimento do que está controlando. Sendo assim, a sua primeira missão para criar a planilha de orçamento familiar é fazer um levantamento de todos os gastos da família, desde os menos significativos, uma vez que se um for esquecido já é capaz de causar erros no resultado final.

O mais indicado é elaborar uma lista, colocando as receitas e custos de cada membro da família, ou seja, os valores que cada um recebe e gasta. Se for necessário, use as notas fiscais de produtos e serviços adquiridos para obter informações mais precisas. Confira a sua lista para analisar se ela está completa.

2 – Separe os Gastos Fixos dos Mutáveis

Agora que você já coletou todos os dados dos gastos da sua família, é o momento de começar a separá-los em categorias para tornar a sua planilha de orçamento familiar bem organizada. Portanto, comece determinando quais são os gastos fixos e os mutáveis. Os primeiros dizem respeito aos custos que devem ser pagos todos os meses, enquanto que os segundos estão relacionados àqueles que ocorrem eventualmente.

Para entender melhor, os gastos fixos podem ser aluguel, conta de água e luz, compra de alimentos. Enquanto que os custos mutáveis podem ser a compra de remédios, conserto de aparelhos eletrônicos, viagem emergencial, reformas, entre outras coisas. Então, pegue a sua lista e transfira todos os gastos para a planilha, colocando em uma coluna os fixos e na outra os mutáveis.

Isso é importante porque os gastos fixos você pode diminuir, já os variáveis estarão sempre presente, mas sem saber quais e quanto.

3 – Determine Metas Para Alcançar Com o Orçamento

O que você pretende alcançar ao adicionar a planilha de orçamento familiar no seu cotidiano? Faça essa pergunta para você e sua família. Isso serve para que todos os familiares discutam o que desejam alcançar e em conjunto possam estabelecer metas para atingirem com a execução deste relatório.

É importante frisar que é preciso da colaboração de toda a família, já que os gastos não são apenas seus, mas também da sua esposa e filhos. Eles precisam estar de acordo com eventuais cortes de custos, bem como em anotar os gastos que eles ocasionam.

O estabelecimento de metas faz com que as pessoas sintam-se estimuladas a vigiar as suas finanças. Porém, é importante esclarecer que os objetivos devem ser determinados de acordo com a realidade financeira da família e que é capaz de trazer mais benefícios em longo prazo.

4 – Distribua o Orçamento Mensal de Acordo Com as Receitas da Família

Se todos os membros da família trabalham e recebem um salário, então todos precisam contribuir com o pagamento das contas, não é mesmo? Sendo assim, faça uma somatória de todas as receitas. A partir daí, distribua as contas de acordo com o orçamento familiar.

Na sua planilha, depois de colocar todos os gastos e os seus respectivos valores, faça uma indicação de quem será o responsável por pagá-la. É importante que as dívidas sejam divididas de acordo com o salário de cada pessoa, se a pessoa ganha mais, ela pode pagar um valor maior, do contrário, o ideal é pagar uma conta de menor valor, o que interessa é contribuir.

5 – Escolha um Software Para Fazer a Planilha

Software para planilha de orçamento familiar
O excel é um ótimo software para planilha de orçamento familiar por se tratar de um programa de fácil acessibilidade para montar planilhas.

Para que a sua planilha de orçamento familiar seja feita de uma maneira mais prática e organizada, o ideal é que ela seja construída em uma plataforma de planilhas. Na atualidade, um dos softwares mais indicados para executar esta tarefa é o Excel, que praticamente todo mundo tem no computador.

O Excel é uma plataforma muito simples de mexer e ao mesmo tempo moderna e dinâmica, sendo perfeita para elaborar as planilhas domésticas. Se você preferir pode pesquisar e se basear em um modelo de planilha, o que agrega mais praticidade para executar esta atividade.

3 Dicas de Como Usar a Planilha de Orçamento Familiar

Após construir o seu relatório é necessário aprender como utilizá-lo para poder tirar o melhor proveito possível. Por isso, aprenda abaixo como usar a planilha de orçamento familiar:

1 – Crie o Hábito de Consultar a Planilha de Orçamento Familiar

Se você é o chefe da família e o responsável pela planilha de orçamento, então é preciso fazer com que todos os membros se sintam estimulados a participar do planejamento, contribuindo para que ele funcione. Portanto, faça com que todos criem o hábito de consultar o relatório sempre que decidirem fazer um novo investimento ou for necessário poupar dinheiro, anotando os dados na planilha.

2 – Atualize a Planilha

Só será possível colher bons resultados se a planilha de orçamento familiar for atualizada com frequência. Por isso, sempre que ocorrer um novo gasto ou uma nova receita entrar, é importante que sejam registrados no relatório. Defina uma frequência para que os dados sejam atualizados, podendo ser semanalmente ou quinzenalmente.

3 – Dados Que Não Podem Faltar na Planilha

Existem dados que não podem faltar em uma planilha de orçamento familiar, por isso, crie colunas com os seguintes dados: Despesa (qual? Carro, manutenção, alimentação, transporte, hospital, enfim, gastos em geral). Faturamento/entrada de recursos (salário e outras entradas). Custos variáveis.

Preparado para utilizar a planilha de orçamento familiar? Conte-nos o quanto melhorou sua vida financeira e cadastre seu e-mail para receber mais dicas!

DEIXE UMA RESPOSTA